Quase 70% das pessoas empregadas têm 11 anos ou mais de estudos, diz IBGE

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução

A Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), evidencia ainda mais a necessidade de capacitação que o mercado de trabalho exige. Em janeiro de 2015, havia 3.602 mil pessoas em idade ativa (PIA) na Região Metropolitana de Salvador, apresentando estabilidade no mês e aumento no ano (1,4%). Destas, 53,1% encontravam-se ocupadas.

Na pesquisa, um dado que chama atenção é o que diz respeito aos anos de estudo. Os números revelam que 66,8% dos ocupados têm 11 ou mais anos de estudo, 14,5%, de 8 a 10 anos de estudo, 14,1%, contam com 4 a 7 anos de estudos, 3,2%, de 1 a 3; e apenas 1,4% não tem instrução ou tem menos de um ano de estudos.

O resultado mostra que, com o passar do tempo, a capacitação ficou cada vez necessária para quem quer se manter ocupado no mercado de trabalho que, a cada dia, se torna mais competitivo e exigente. Uma das alternativas para ingressar de forma rápida e consistente no mercado, e se manter atualizado, são os cursos técnicos. “Em média, os cursos técnicos têm duração entre 12 e 18 meses e o aluno já sai inserido no ambiente de trabalho, pois o mercado exige cada dia mais qualificação. O reflexo desse mercado exigente pode ser constatado nas pesquisas”, afirma Anderson Braga, mantenedor do CETTPS, escola de ensino técnico e profissionalizante com sede em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.