Riachão de Jacuípe: marido e filha de gerente de joalheria feito reféns são liberados

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Calila Notícias

O bandido que mantinha reféns, dentro de casa, a filha e o marido da gerente da Joalheria Mascarenhas, no município de Riachão de Jacuípe, se entregou, por volta das 8h, à polícia. No entanto, segundo informações do titular da delegacia local, Carlos José Baqueiro, ela permanece em poder de dois sequestradores no estabelecimento onde trabalha, no centro da cidade.

aratuonline bahia assalto sequestro joalheria riachao jacuipe4

Foto: Calila Notícias (movimento de policiais no entorno da residência dos sequestrados)

Ainda de acordo com a polícia, outro integrante do grupo havia sido preso na madrugada. “Ele estava dentro de um carro na porta da joalheria e chamou a atenção de uma guarnição da Caatinga que passava no local e percebeu que havia uma movimentação dentro do estabelecimento”, informou Baqueiro.

Após as prisões realizadas, a polícia obteve a informação de que um homem de prenome Cristiano é o responsável pela idealização do crime, mas não teria participado da ação. “Estamos com policiais seguindo para o povoado de Vila Aparecida, que fica a uma distância aproximadamente de 40 km daqui, e onde soubemos que ele mora, para prendê-lo”, disse o delegado.

Em negociação, com a polícia, os dois bandidos que estão com a gerente, exigiram a presença de seus familiares no local, para se entregar. Antes havia a informação de que eles, também, pediram que a imprensa registrasse o desfecho do caso. Muito abalado, o marido da funcionária da joalheria, que está no oitavo mês de gestação, precisou receber atendimento médico.

A ação

Os bandidos sequestraram na madrugada desta quarta-feira (18), a gerente da Joalheria Mascarenhas, localizada no centro do município de Riachão de Jacuípe, a 200 km de Salvador. Três criminosos retiraram a mulher de sua residência, naquela cidade, e a levaram para o estabelecimento onde ela trabalha para que o local fosse aberto e pudessem praticar um assalto. Um dos comparsas ficou na casa da gerente fazendo o marido dela e uma menina, filha do casal reféns.