Riachão do Jacuípe: casal acusado de articular sequestro de grávida é preso

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Reprodução / Whatsapp

Um casal foi preso no início da noite desta quarta-feira (18), no sítio do município de Conceição do Coité acusado de articular o sequestro da gerente grávida da joalheria Mascarenhas, em Riachão do Jacuípe. De acordo com informações da delegacia da cidade, o casal foi localizado por volta das 19h a partir de informações dos três homens e um adolescente presos seis horas após as vítimas terem sido libertadas.

Ainda segundo a polícia, o casal teria planejado o crime com muita antecedência. “Eles iriam assaltar o estabelecimento no carnaval, mas preferiram mudar os planos. Os que executaram o sequestro e o assalto prometeram gratificar o casal com R$ 7 mil reais. O casal que articulou o crime ficou durante uma semana planejando o ato”, disse o titular, Carlos José Baqueiro.

A polícia desconfia que ao todo cerca de 10 pessoas estão envolvidas no crime. Ontem (18), quatro suspeitos foram presos entre esses um adolescente, de 16 anos, que foi transferido para a Delegacia ao Atendimento ao Menor Infrator (DAI) de Feira de Santana. Além disso, outro envolvido no crime identificado como Maurício Leandro, foi preso no final da tarde desta quarta-feira. Já à noite, foi a vez do casal. Um homem suspeito de ser o chefe da quadrilha, identificado com o prenome Cristiano que é morador de Salvador, está foragido, assim como mais três envolvidos.

Entenda o caso

Casal sequestrado. Foto: Calila Notícias

Casal sequestrado. Foto: Calila Notícias

Quatro bandidos sequestraram na madrugada desta quarta-feira (18), Leila Regina, de 33 anos, grávida de 8 meses  gerente da Joalheria Mascarenhas, localizada no centro do município de Riachão de Jacuípe. Segundo informações da delegacia local, dois dos criminosos retiraram a mulher de sua residência, naquela cidade, e a levaram para o estabelecimento onde ela trabalha para que o local fosse aberto e pudessem praticar um assalto. Os demais comparsas ficaram na casa da gerente fazendo Ivan Fonseca, 55 anos o marido dela e a filha reféns.

 o bandido que estava do lado de fora do estabelecimento e que logo foi detido. Foto:  Calila Notícias


o bandido que estava do lado de fora do estabelecimento e que logo foi detido. Foto: Calila Notícias

Uma guarnição policial, em ronda, percebeu a ação dos bandidos e fizeram um cerco à joalheria. Um dos assaltantes que ficou no carro do lado de fora do estabelecimento logo foi algemado e colocado na carroceria de uma viatura e a partir daquele momento a polícia descobriu que o marido e a filha da gerente também estavam reféns. “Ele estava dentro de um carro na porta da joalheria e chamou a atenção de uma guarnição da Caatinga que passava no local e percebeu que havia uma movimentação dentro do estabelecimento”, informou Baqueiro.

Policiais da CETO do 16º Batalhão/Serrinha e da 4ª Cia PM Coité se deslocaram para a residência do casal, enquanto outras viaturas policais ficaram concentradas nas proximidades da Joalheria. Por volta das 08h, os bandidos que faziam refém o marido e filha da gerente se entregaram.  

Chegada da mãe de um dos assaltantes a joalheria. Foto:  Calila Notícias

Chegada da mãe de um dos assaltantes a joalheria. Foto: Calila Notícias

Em negociação, com a polícia, os dois bandidos que estavam com a gerente, exigiram a presença de seus familiares no local, para se entregar. Antes havia a informação de que eles, também, pediram que a imprensa registrasse o desfecho do caso.

A mãe do adolescente que exigiu a presença da mesma mora em São Sebastião do Passé, mas logo chegou ao local e foi direcionada a conversar com o filho. Depois da conversa o rapaz abriu a porta do estabelecimento e liberou a refém, por volta das 09h30.

Assaltantes presos após assalto à joalheira nesta quarta-feira (18). Foto:  Calila Notícias

Assaltantes presos após assalto à joalheira nesta quarta-feira (18). Foto: Calila Notícias