Rodoviários do sistema de transporte complementar paralisam atividades em Salvador

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Izadora Florentino

Trabalhadores do Subsistema de Transporte Especial Complementar (STEC), em Salvador, paralisaram suas atividades nesta quarta-feira (18) e realizam, desde às 3h, uma manifestação na porta da garagem dos coletivos, localizada no bairro de Dom Avelar.

O grupo de rodoviários reclama de direitos trabalhistas que, segundo eles, não estão sendo assegurados pelo empregador, a exemplo de salários atrasados. Está sendo reivindicado, também, uma estrutura mínima para a acomodação dos trabalhadores nos finais de linha, principalmente, no que se refere à instalação de sanitários.

Além das inconveniências apontadas pelos manifestantes, o grupo protesta, ainda, contra a possibilidade de uma demissão em massa que estaria para acontecer no STEC. Eles afirmam que existem indícios de que 700 trabalhadores serão desligados. Por conta da paralisação que ocorre no sistema, milhares de soteropolitanos estão tendo dificuldades de deslocamento na cidade.

Diante da situação, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informa que o serviço convencional do transporte público estaria sendo disponibilizado para suprir o déficit da frota. Segundo o órgão, a equipe técnica da Semob está levantando os principais roteiros que são atendidos pelo STEC e no decorrer desta manhã todas essas regiões serão atendidas pelo Serviço de Transporte Público Coletivo  (STCO). As áreas já detectadas para receber esse reforço são Baixa do Fiscal, Cajazeiras, Boca da Mata, Itapuã e São Cristóvão.