Rodoviários se reúnem com ACM Neto e possibilidade de greve até o final do ano não é descartada

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Isadora Florentino/Tv Aratu

Rodoviários e empresários de Salvador seguem sem acordo em relação ao pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), um pacto que evitou a greve da categoria no mês de maio. Segundo o diretor de comunicação do Sindicato da categoria, Daniel Mota, a negociação entre as partes está sendo mediada pela prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana.

Depois de uma reunião entre o prefeito ACM Neto, representantes dos rodoviários, e do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps), na segunda-feira (21), a categoria decidiu que não vai paralisar as atividades nesta semana, como afirmado na última paralisação.

Apesar disso, segundo Daniel Mota, a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado até o final do ano não foi descartada. “Nós decidimos dar um ‘crédito de confiança’ ao prefeito ACM Neto. Ele nos pediu para refletir sobre a situação, a exemplo a crise, porém ele esquece que o pagamento da PLR está na reivindicação desde 2011”, destaca o diretor do Sindicato dos Rodoviários.

Também em contato com o Aratu Online, o secretário de mobilidade urbana, Fábio Mota, disse que está “otimista” com as negociações e que uma reunião na próxima segunda-feira deve decidir a forma de pagamento da PLR. “As negociações estão avançando. Nós estamos caminhando para a pacificação”, comemora Mota.