Itinerário de ônibus é alterado no Nordeste de Amaralina e secretaria diz que segurança foi reforçada

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Paula Ary/TV Aratu

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) detalhou na tarde desta terça-feira (01) a ação que provocou “toque de recolher” na Região do Nordeste de Amaralina, em Salvador. Por meio de nota, a mesma disse que policiais trocaram tiros com cinco suspeitos armados por volta das 12h. No confronto, quatro pessoas ficaram feridas após serem atingidas por bala perdida, entre elas três crianças.

Após a ação, um ônibus foi incendiado e o comércio ficou fechado. A SSP garantiu que unidades da Polícia Militar, como o Batalhão de Choque, o Garra, a Operação Apolo, Operação Gêmeos e a Rondesp Atlântico irão reforçar a segurança na região do Nordeste de Amaralina. A Corregedoria do órgão disse que está ouvindo os militares envolvidos na ocorrência. As armas utilizadas já foram requisitadas e foi aberto um Inquérito para apurar as circunstâncias dos fatos.

Mais cedo, a Polícia Civil disse que o confronto começou quando homens se identificando por policiais invadiram a localidade.

Ônibus
O Sindicato dos Rodoviários disse, por meio de nota, que o final de linha do Alto da Santa Cruz foi transferido para o Parque da Cidade. O presidente Hélio Ferreira informa que nenhum rodoviário foi ferido, mas o ponto só retorna à Santa Cruz quando a situação for normalizada.