SEM PASSAR NO VESTIBULAR: Bandidos invadem UFBA para explodir caixa eletrônico no campus da Federação

Fonte: Ricardo Belens

Crédito da Foto: Divulgação / Ascom Crea-Ba

Seis bandidos invadiram a Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba), na Federação, na madrugada desta terça-feira (15/3) e renderam quatro seguranças que estavam no campus. Segundo informações da Central de Polícia, o crime aconteceu por volta das 2h30 e cinco celulares, além de fardamentos, foram levados pelos bandidos.

De acordo com a 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (Federação), o objetivo dos bandidos era, usando explosivos, arrombar um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Durante a frustrada ação os seguranças foram trancados dentro de uma das salas da instituição.

O grupo fugiu antes da chegada da PM. Equipes da Polícia Federal foram encaminhadas na manhã desta terça-feira (15/3) ao local para realizar a perícia.

INSEGURANÇA

As reclamações a respeito da insegurança nos campus da Ufba tem sido constantes, principalmente nas redes sociais. No último mês foram relatados mais de 10 assaltos em uma única semana nas imediações e dentro das unidades da universidade.

No mesmo período, a Reitoria da Ufba informou aos estudantes, funcionários e professores que colocaria em prática um conjunto de medidas para reforçar a segurança da comunidade acadêmica.

NOTA DA UNIVERSIDADE

Em nota, a Ufba informou que está “apoiando as autoridades competentes” na busca de mais informações sobre o ocorrido. A reitoria da universidade informa que nenhum dos vigilantes foram feridos e “não houve dano ao patrimônio”.

Leia na íntegra o texto:

Nota à Imprensa UFBA esclarece sobre assalto na Escola Politécnica A coordenação de Segurança da Universidade Federal da Bahia está apoiando as autoridades competentes, na busca de mais informações sobre o assalto ocorrido por volta das 3h da manhã desta terça-feira (15/03), ao posto do Banco do Brasil, que fica na Escola Politécnica, campus da Federação. Na ocasião, seis assaltantes armados, imobilizaram e amarraram os quatro vigilantes que estavam de plantão na Unidade. Os invasores não conseguiram efetivar o roubo ao banco, mas levaram os celulares e fardamentos dos vigilantes da MAP que dirigiram-se à 7ª Delegacia de Polícia Civil para prestar registrar a ocorrência. Nenhum dos vigilantes foi ferido e não houve dano ao patrimônio, exceto o sistema de câmeras da área, que teve a fiação cortada. Representantes da Universidade acompanham a realização da perícia no local pela Polícia Federal e apoiam o trabalho investigativo das polícias Civil e Militar.