Sobe para 13 o número de vítimas fatais após chuvas em Salvador

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Reprodução TV Aratu

Subiu para 13 o número de mortos após as fortes chuvas que atingiram a capital baiana nesta segunda-feira (27). De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) outras duas vítimas da região do Marotinho, no Bom Juá, tiveram as mortes confirmadas. A assessoria do órgão, contudo, não soube informar se elas foram socorridas para alguma unidade médica.

Os outros sete mortos foram retirados dos escombros na Avenida San Martin. De acordo com informações da Polícia Militar, pelo menos seis pessoas seguem desaparecidas na região, o que faz com que os trabalhos sejam mantidos durante toda a madrugada. As buscas só serão encerradas após todas as possibilidades de encontrar vítimas terem sido esgotadas. Devido à fragilidade do terreno e à possibilidade de surgirem novos deslizamentos, os trabalhos têm que ser realizados com bastante cuidado.

O prefeito ACM Neto anunciou nesta segunda-feira (27), durante coletiva de imprensa realizada no Palácio Thomé de Souza, que vai enviar projeto à Câmara de Vereadores nesta terça (28), um projeto de lei instituindo um benefício de três salários mínimos para quem for vítima de casos graves de calamidade.

De acordo com a assessoria do órgão, atualmente, a Prefeitura dispõe apenas do instrumento do auxílio-moradia no valor de R$300 por mês, mas só tem acesso ao benefício aquelas famílias que ficam desabrigadas. “Vamos estender esse benefício para dar suporte às famílias que tiverem perdas em função de calamidades como fortes chuvas, incêndios ou o rompimento de uma adutora, por exemplo. Espero que os vereadores tenham sensibilidade e aprovem o projeto urgentemente”, afirmou.