Suspeito de matar seguranças em Pituaçu é preso três dias após reportagem do Aratu Online

Fonte: Jean Mendes

Crédito da Foto: reprodução/WhatsApp

Um dos homens suspeitos de participar da morte de três seguranças do show “Melhor Segunda-Feira do Mundo”, em fevereiro de 2017, foi preso em Salvador no início da noite desta quinta-feira (8/3). Rafael Assis Amaro Nascimento, conhecido como ”Fadiga”, foi localizado por policiais militares no bairro do Nordeste de Amaralina.

Os responsáveis pelo flagrante, lotados na Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp Atlântico), disseram ao Aratu Online que receberam informações sobre um transporte de armas que chegaria à localidade conhecida como “Boqueirão” e foram averiguar. Durante as rondas, Rafael foi identificado.

Com ele, ainda segundo os policiais, foram encontrados uma pistola calibre 380 com carregador; um revólver calibre 38; 58 pinos de cocaína, além de um relógio, correntes e pingente dourado. Rafael estava ainda com pouco mais de R$ 10 mil, que chegou a ser oferecido aos militares que estavam na ocorrência. O suspeito e todo o material foram encaminhados e apresentados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Suspeito de matar seguranças em Pituaçu é preso três dias após reportagem do Aratu Online

Material apreendido com Rafael. Foto: reprodução/WhatsApp

MORTE DE SEGURANÇAS 

No último dia 5 de março, na véspera de o caso completar 13 meses, uma reportagem especial do Aratu Online relembrou a chacina, que vitimou Derivaldo Rocha dos Santos, Geraldo Mota Cunha e Márcio Rogério Bandeira. Tudo aconteceu na passarela próximo ao Estádio Metropolitano de Pituaçu, em fevereiro de 2017.

LEIA MAIS: Morte de seguranças em Pituaçu completa 13 meses sem punição dos envolvidos

Sem citar nomes, o responsável pelas investigações, Odair Carneiro, disse à reportagem que os responsáveis pelo triplo homicídio moram no Nordeste de Amaralina. Com a prisão de Rafael, é esperado que o titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos confirme a participação dele no atentado.

O crime aconteceu na saída de uma passarela. Foto: Margarida Neide/Agência A Tarde

Segundo as investigações, Derivaldo, Geraldo e Márcio foram os escolhidos pelos assassinos para vingar um caso que tinha acontecido uma semana antes, também durante o show da “Melhor Segunda-Feira”. No dia 30 de janeiro, o traficante conhecido como “Bolsa” foi retirado por seguranças de um camarote e encontrado morto em seguida.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline

*Publicada originalmente às 23h02 (8/3)