Suspeitos de matar taxista no Stiep são identificados; categoria faz reunião com SSP para cobrar medidas de segurança

Fonte: Da redação

Um grupo de taxistas se reuniu com o assistente militar da Secretaria da Segurança Pública, major PM Maurício Botelho, na manhã desta segunda-feira (6), na sede da instituição, localizada no Centro Administrativo da Bahia. De acordo com a SSP, durante o encontro a categoria cobrou medidas de segurança após três mortes terem sido registradas em um mês.

Na ocasião, a polícia comunicou que os autores da morte do integrante da categoria Antônio Silva Santo, praticada no bairro do Stiep, em 25 do mês passado, foram identificados e tiveram mandados de prisão solicitados. Além disso, o oficial também informou que os dois outros recentes assassinatos de taxistas estão sendo investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e esclareceu que, no curso da investigação, foi detectado que tinham envolvimento com atividades ilícitas.

André Castilho dos Santos, de 36 anos, foi morto a tiros ontem (05), no bairro de Tancredos Neves. Segundo a Centel, a vítima era taxista foi abordado por um grupo de homens que disparou diversas vezes contra ele, por volta das 15h30, na rua Apolinária Maria José Silva, nas proximidades do Conjunto Arvoredo. No último dia 9, Rodrigo Gonçalves Lopo Dantas, de 42 anos, foi encontrado morto dentro do veículo em que trabalhava na localidade de Cajazeiras de Abrantes, em Camaçari, região metropolitana de Salvador.

Pela manhã uma uma carreata reuniu 30 taxistas na região do Shopping da Bahia, na Avenida ACM, em protesto contra a recente morte do integrante da categoria.