Trabalhadores do Correios aceitam proposta de reajuste e encerram greve a partir desta terça-feira

Fonte: Da Redação

Em assembléia realizada na manhã desta segunda-feira (28), os trabalhadores do Correios da Bahia decidiram pelo fim da greve que durou 14 dias. Os trabalhadores aderiram ao estado de greve nacional desde o dia 15 de setembro, e permanecem até as 00h deste terçaa-feira (29).

A categoria reivindicava o aumento salarial de 12,94% acima da inflação, R$ 40,00 de ticket alimentação, e contratação de mão de obra, mas acabou aceitando a proposta do Tribunal Superior do Trabalho, de R$ 150,00 a título de gratificação retroativa, além de 50 reais em janeiro de 2016, 9,56% em cima dos benefícios, e manutenção do plano de saúde, sendo que qualquer alteração deve passar por concordância dos trabalhadores. Segundo a Vice Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Estado da Bahia (Sincotelba), Shirlene Pereira, os maiores avanços foram com relação ao plano de saúde. “Foi um grande ganho para a gente, principalmente com relação à saúde. A empresa queria terceirizar os serviços prestados à categoria, mas recuou e isso foi um ganho para os trabalhadores”. diz.

Em relação às campanhas salariais, a vice presidente avaliou a greve como vitoriosa apesar de não atingir a meta que a categoria exigia no inicio da paralisação. “não foi a proposta que nós queríamos, que os trabalhadores do Correios mereciam, mas devido ao atual momento econômico, as conquistas ficaram de bom tamanho se comparadas às de outras categorias”.