PODER PARALELO: Por morte de comparsa e disputa de território, tráfico provoca terror e escolas fecham as portas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Google Street View

Todas as unidades municipais de ensino localizadas no bairro de Mata Escura amanheceram fechadas nesta quarta-feira (25/5). De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura de Salvador, a medida foi tomada “para garantir a segurança da comunidade escolar”.

As escolas afetadas foram: São Miguel, Maximiniano da Encarnação e Maria Constança. Por conta da medida, o evento “A Casa Vai à Escola”, em homenagem ao Dia da África, programado pela Fundação Gregório de Mattos e que seria realizado na Escola Municipal São Miguel, foi adiado.

O toque de recolher imposto por traficantes impera desde a morte de Cristian Sóstenes Barreto da Silva, o Ás de ouro do Baralho do Crime, em confronto com policiais na manhã de terça-feira (24/5). Ele foi enterrado na tarde de hoje, no cemitério da Baixa de Quintas.

Em contato com o Aratu Online, o comandante da 48 CIPM/Sussuarana, informou que equipes estão a postos para impedir qualquer ação do grupo. Ele confirmou ainda que o comércio segue fechado e os ônibus não circulam pelas ruas do bairro.

Fato semelhante foi registrado no bairro do Costa Azul, onde a Escola Municipal Padre Confa também teve as atividades suspensas no período vespertino. A prefeitura confirmou que a violência foi a causa do cancelamento das atividades.

Vale lembrar que, no último domingo (22/5), três pessoas foram baleadas durante uma troca de tiros entre facções rivais de traficantes no bairro. Na noite de segunda-feira (23/5), Raijackson Purificação Souza, 21 anos, foi executado no interior de sua residência. Os grupos lutam pelo controle do tráfico de drogas na localidade do Inferninho.