Transalvador confirma suspensão de linhas na Mata Escura; toque de recolher prossegue

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/Whatapp

Os moradores do bairro da Mata Escura, em Salvador, estão assustados com o clima de insegurança após dois ônibus terem sido incendiados na manhã desta sexta-feira (22). Em contato com o Aratu Online, testemunhas relataram que, por conta de um toque de recolher, os comerciantes fecharam as portas dos seus estabelecimentos e a população está apreensiva em suas residências. Além disso, a Transalvador informou que os ônibus das empresas Verdemar e Rio Vermelho que fazem a linha Santo Inácio e Estação Pirajá deixaram de circular no bairro.

O clima de tensão foi desencadeado após às mortes de dois homens, identificados como Hebert Silva dos Santos e Denílson Souza de Barros, ocorridas na noite de ontem (22), durante uma operação policial.

Segundo a Polícia Militar, as vítimas são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na região. Os dois bandidos foram baleados durante confronto com os policias. Eles foram socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiram aos ferimentos. Na posse dos suspeitos a PM informou que foram encontrados dois revólveres calibre 38 Taurus, uma corrente de metal prata, 213 pacotinhos de cocaína e um boné. Todo material apreendido foi encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar onde foi lavrado o auto de resistência.

Os ataques aos coletivos das empresas Verdemar e Rio Vermelho aconteceram por volta das 8h, um na entrada do bairro e o outro na localidade conhecida como Jardim Pampulha. Nos dois casos, os autores, ainda não identificados, mandaram os passageiros descerem dos veículos e, em seguida, apedrejaram e atearam fogo nos ônibus.

Em nota, a Polícia Militar informou que intensificou o policiamento na manhã de hoje, com a presença da Rondesp, 48ª CIPM, Operação Gêmeos e Batalhão de Choque, que se encontram em diligência no bairro neste momento com o apoio de 13 viaturas.

Segundo a nota divulgada pela instituição, os atos criminosos são decorrentes da reação de traficantes contra as ações ostensivas da polícia naquela localidade.