Presidindo sessão, Nilo anuncia vitória de rival Angelo Coronel ao comando da Assembleia

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Reprodução

Ângelo Coronel (PSD) foi eleito, com 57 votos a favor, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), nesta quarta-feira (1/2). O pessedista concorreu como único postulante à presidência da Casa, já que o outro candidato, deputado Luiz Augusto (PP), resolveu se unir ao novo presidente. Coronel deve ficar na presidência da casa durante o biênio de 2017-2018.

Uma vez eleito, Coronel representa, de certa forma, uma perda para o governador Rui Costa (PT), já que a bancada do partido de Rui estava com o atual presidente, Marcelo Nilo (PSL), que desistiu da sua sexta reeleição na noite desta terça-feira (31/1). A candidatura de Coronel é vista como uma vitória do senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia.

Junto ao pessedista à frente da administração da Casa estará o deputado Luiz Augusto (PP) que será o 1º vice-presidente e o deputado Carlos Geilson (PSDB), que ocupará a 2ª vice-presidência. Jânio Natal (PTN), vai ocupar o cargo de 3º vice-presidente. O 4º vice-presidente será o deputado Manassés (PSL).

Já o deputado Sandro Régis (DEM) ocupará a 1ª secretaria, e o parlamentar Aderbal Caldas (PP), será o 2º secretário. Completam a Mesa os deputados Fabrício Falcão (PCdoB) e Luciano Simões Filho (PMDB), 3º e 4º secretários, respectivamente.

Já os suplentes são os deputados Augusto Castro (PSDB), Heber Santana (PSC), Carlos Ubaldino (PDS), Fabiola Mansur (PSB) e Ivana Bastos (PMDB).

Propostas

Como principais propostas, o deputado eleito quer acabar logo com a reeleição e fazer com que as quartas-feiras sejam destinadas para votar projetos oriundos do parlamentar. Além de mobilizar as comissões para que elas apreciem os projetos com brevidade e eles sejam encaminhados para votação na Plenária.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/portalaratuonline.