‘Vamos ter que aguentar a Dilma muito tempo para aprender a votar melhor’, diz Tas

Fonte: SBT na Web

Crédito da Foto: Lourival Ribeiro/SBT

Marcelo Tas esteve no The Noite nesta segunda, 16 de março, e conversou com Danilo Gentili sobre a atual situação política do país.

MORAR FORA
Tas falou o que acha das pessoas que estão falando que vão deixar o país: “Acho uma bombagem gente que acha que resolve seu problema indo para fora do Brasil. Não é assim. A gente vive num país cheio de problema, aliás um país que está na infância, com perdão às crianças, mas é um país que a gente joga lixo no chão, você entra em qualquer banheiro público é uma lambança, ninguém se preocupa com o cara que vai vir depois. Então, tem muito trabalho para ser feito aqui. A gente não pode entrar numa de fugir de cuidar da nossa casa de uma maneira digna para todo mundo”.

MANIFESTAÇÕES
Marcelo comentou sobre as manifestações que estão correndo no Brasil: “Não é à toa que o pessoal está indignado porque quando um gerente de segundo escalão resolve devolver 100 milhões de dólares, quer dizer, é um negócio que diz que alguma coisa está muito doente no país. É muito preocupante”.

aratuonline  tas no The Noite

IMPEACHMENT
O apresentador também deu sua opinião sobre o impeachment: “Esse papo de impeachment é absolutamente fora de hora. Quem elegeu a Dilma foram extraterrestres? Quem vota nos políticos? Quem vota no Renan? Quem vota no Bolsonaro? A gente precisa aprender que é no voto que a gente mexe na democracia. Não pode ser através de arranjos. A gente precisa entender que para mudar um país é através da educação, da gente não ser corrupto. Tem muita gente que corrompe o dia inteiro e depois fala mal dos caras que são os corruptos que estão em Brasília. A gente precisa resolver primeiro o nosso problema de cidadão. A maioria dos cidadãos brasileiros rala pra cacete, não tem educação, não tem segurança, não tem nada, paga impostos absurdos e não tem nada. A gente precisa fazer valer a justiça dentro do regime democrático. A gente vai ter que aguentar a Dilma muito tempo para aprender a votar melhor”

PRÓXIMAS ELEIÇÕES
“O ano que vem tem eleição para prefeito. As prefeituras no Brasil estão sendo assaltadas. A maioria das administrações municipais são trágicas. Que tal começar treinando na eleição do ano que vem?”, falou o apresentador.

PUBLICIDADE INFANTIL
Tas, que já fez e tem feito programas infantis, falou sobre a proibição da publicidade infantil: “Isso já arrasou com a programação infantil. É um absurdo. É um texto que foi aprovado por decreto numa comissão de Direitos Humanos atrelado à secretaria da presidência da República, não foi debatido na sociedade como deveria e eu sou absolutamente contra ao resultado disso, que diz que é proibido qualquer propaganda para criança. Como se o pai não participasse da educação de seus filhos, como se o Estado é que decidisse o que as crianças podem ou não podem ver. Para mim, o nome disso é censura. A propaganda, além de ser a maneira que a gente tem para fazer um programa com esta qualidade que a gente está vendo aqui,é o combustível da televisão. Quando você proíbe a propaganda você está acabando com a produção infantil”.

Assista na íntegra: