Vídeos mostram casal suspeito de envenenar família em Maragogipe na delegacia; assista

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Reprodução/Leitor/Aratu Online

Sob protestos e xingamentos da população local, o casal suspeito de matar mãe e filhas em Maragogipe chegou à delegacia no início da tarde desta quinta-feira (11/10). A prisão já tinha sido divulgada, mais cedo, com exclusividade pelo Aratu Online, e confirmada posteriormente pela Polícia Civil.

Em vídeos também obtidos com exclusividade pelo portal, é possível ver  chegada de Elisângela Almeida e seu marido, Valci Boaventura Soares, à Delegacia Territorial. Assista abaixo:

CONHECIDOS

Elisângela, inclusive, prestou depoimento no último dia 20 deste mês – fato que não foi, na oportunidade, confirmado pelo delegado que conduz o caso, Marcos Veloso. No dia seguinte, ele pediu sua prisão à Justiça. A mulher frequentava a mesma igreja das vítimas.

A polícia acredita que a família tenha sido envenenada por algum produto colocado em alimentos. As investigações também afirmaram que o casal vinha coagindo testemunhas para que não dessem informações e destruindo provas que poderiam revelar seu envolvimento nos crimes.

CASO

Com o mau súbito e falecimento de uma mulher ocorrido na noite do dia 13 de agosto, a concretização de uma infeliz coincidência passou a chamar atenção de muita gente na cidade. Isso porque a vítima, Adryane Ribeiro, estava convivendo com a perda recente de duas filhas, que tinham morrido nas duas segundas-feiras anteriores.

LEIA MAIS: Pai de família morta durante três segundas em Maragogipe vive drama; “fica preocupado”

Em todos os casos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez o primeiro auxílio às vítimas. No dia 30 de julho, Gleicy foi encaminhada ao Hospital de São Félix, onde, segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Maragogipe, teve sua morte relacionada com problemas de diabetes. Na segunda-feira seguinte (6/8), foi a vez de Ruthy passar mal. A criança, de apenas um ano, foi levada para a UPA local e, também faleceu.

O corpo da primeira criança morta, Gleicy, foi exumado no início de setembro depois dos outros dois casos parecidos.

LEIA MAIS: Exclusivo! Suspeita de envenenar mãe e filhas em Maragogipe é presa com o marido

LEIA MAIS: Bebê de seis meses é encontrado morto dentro de casa em Itabuna

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003