Vigilância orienta população sobre como evitar doenças em alagamentos

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Ilustrativa/reprodução

Por conta das fortes chuvas que atingem Salvador desde a madrugada da quarta-feira (08) e o aumento dos riscos de alagamento em diversos pontos da cidade, a Vigilância Ambiental, órgão ligado à Secretaria de Saúde (SMS), publicou nesta sexta-feira (10) um boletim com orientações para população de como evitar infecções com água contaminada.

De acordo com Ricardo Lourenço, coordenador do órgão, os cuidados no consumo da água deve ser redobrado nesse período. “Ferver ou filtrar a água antes de consumir o produto nesse período é imprescindível. É importante ainda lavar com cloro qualquer alimento que por ventura teve contato com o alagamento. O mesmo deve ser feito com móveis ou utensílios domésticos que foram molhados, assim que a água baixar”, explicou.

O documento contém ainda medidas preventivas para evitar novos pontos de alagamento, além de alertar a população sobre a utilização de repelentes nos dias subsequentes ao término das chuvas, com o objetivo de prevenir doenças como dengue e febre chikungunya. Durante o período de alagamento diversas doenças podem ser transmitidas à população, tais como leptospirose, hepatites A e E, febre tifóide (tifo), cólera, micoses, pneumonia, dentre outras.