Vingança motiva triplo homicídio em Praia do Forte. Enterro está previsto para este sábado

Fonte: Da Redação

Um triplo homicídio praticando na noite desta sexta-feira (9),entre as 19h30 e 20h, dentro de uma residência localizada em Praia do Forte, no município de Mata de São João, Região Metropolitana de Salvador vitimou a vendedora de acarajé Elaine Brito Lemos, 35 anos, sua filha Manuela Beatriz Lemos Cardoso, 4 anos e seu funcionário Edmilson dos Santos Souza Filho, 25 anos. De acordo com informações do delegado Aldacir Ferreira da Delegacia de Praia do Forte, o motivo do crime foi passional.

O vigilante Joselito Silva da Encarnação, 36 anos, ex companheiro de Elaine quis se vingar da vítima, ela morava em Salvador, no Engenho Velho de Brotas, onde vendia acarajé. Ela não aguentava mais as perseguições e ameaças do vigilante e decidiu se mudar com a família e continuar seu negócio na Praia do Forte, por isso a presença do seu ajudante no local do crime.

O homicídio foi praticado com arma de fogo, foi utilizado um revólver de calibre 38, segundo o delegado que investiga o caso não há informações precisas sobre a configuração do crime, apenas a perícia poderá confirmar como os disparos foram feitos, Manuela Beatriz e Edmilson filho morreram no local.

Após desferir os disparos, Joselito praticou suicídio, “ele entrou no imóvel e provavelmente colocou a arma na boca e realizou o disparo, mas após o laudo da perícia poderemos confirmar.” Explicou o delegado.

Ainda na cena trágica estavam mais dois filhos da vendedora, uma menina que se escondeu em um dos cômodos da casa e um menino que saiu correndo, eles não foram atingidos e conseguiram se salvar, o que impediu um desfecho ainda mais trágico para o caso. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Salvador (IML). O enterro de Manuela e Elaine está previsto para as 16h deste sábado (10), no Cemitério do Campo Santo, ainda não existem informações sobre o sepultamento de Joselito e Edmilson.