Vitória vence Macaé, encerra sequência negativa e cola na segunda posição

Fonte: Do Uol

Crédito da Foto: Reprodução / Raul Spinassé l Ag. A TARDE

A incômoda sequência de três jogos sem vencer na Série B foi encerrada neste sábado pelo Vitória, que visitou o Macaé no Rio de Janeiro e conseguiu triunfar por 2 a 0. Vander marcou um belo gol no começo da partida e Rhayner definiu o resultado no fim para o time baiano, que se mantém firme no G-4.

Agora, os rubro-negros somam 60 pontos – mesma quantidade do segundo colocado América-MG, que leva a melhor no número de vitórias (18 a 17). A distância para o Náutico, primeiro time fora do G-4, é de cinco pontos. Já o Macaé, com 38, se manteve em 17º, na zona do rebaixamento.

O Vitória começou melhor no Moacyrzão e chegou ao gol logo aos 9 minutos: Rafaelson escorou de cabeça para Vander, que dominou com espaço e acertou um lindo chute de fora da área. O Macaé cresceu no fim do primeiro tempo e assustou duas vezes com Pipico e Douglas Assis, mas faltou pontaria ao time da casa.

Na segunda etapa, o técnico Josué Teixeira desfez o esquema com três zagueiros e lançou o Macaé ao ataque. A equipe do Rio teve duas boas chances com Pipico, mas não conseguiu empatar. Do outro lado, Vander quase fez um gol de placa para o Vitória ao enfileirar a defesa e tocar por cima do travessão.

As chances de reação do Macaé caíram bastante aos 22 minutos, quando o goleiro Rafael, ex-Fluminense, agrediu o zagueiro Kanu e foi expulso. Em vantagem numérica, o Vitória pressionou muito até o apito final e esbarrou em ótimas defesas do reserva Marcos Felipe. Já nos acréscimos, porém, Rhayner teve chance cara a cara e não perdoou, fechando o marcador.

FICHA TÉCNICA

MACAÉ 0 x 2 VITÓRIA

Data: 7 de novembro de 2015
Horário: 17h30 (de Brasília)
Local: Estádio Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (ambos do PR)

Gols: Vander, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Rhayner, aos 45 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Pipico e Douglas Assis (Macaé); Rafaelson, Diego Renan e Kanu (Vitória)
Cartão vermelho:Rafael (Macaé)

MACAÉ: Rafael; Ramon, Douglas Assis (Romário) e Frauches; Igor Julião (Marcos Felipe), Gedeil, Juninho, Fernando Neto e Diego; Pipico e Anderson Manga (Murilo). Técnico: Josué Teixeira

VITÓRIA: Junior Fernández; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Pedro Ken (Jorge Wagner) e Flávio; Rhayner, Vander e Rafaelson (Élton). Técnico: Vagner Mancini