“Deus tá vendo”: saiba o que pode e o que não pode no sexo entre evangélicos

Por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.

1 Coríntios 7:1,2

A passagem bíblica citada acima é o início do versículo onde o apóstolo Paulo ensina “irmãos” e “irmãs” a como lidarem com as relações sexuais após o casamento. Mas a fornicação é mesmo encerrada com a efetivação do matrimônio entre homens e mulheres?

Até mesmo quando se já é casado, quem segue a palavra de Deus precisa ficar em estado de alerta para não se entregar ao pecado da luxúria. Ao contrário do que se imagina quando o assunto é a junção do sagrado com o profano, a bíblia demonstra certa flexibilidade, desde que os cônjuges estejam em comum acordo.

Mas, tenha fé, não há nada que o SexOn não possa te ajudar. Confira o que pode e o que não pode durante a relação sexual se você for evangélico E casado — se for solteiro é melhor esperar seu varão ou varoa, afinal, “Deus tá vendo”.

LEIA MAIS: Sentir pouco tesão é normal? Sexóloga responde em vídeo; assista

Posições sexuais

Esse é um dos temas menos polêmicos entre os seguidores do ensinamento de Jesus Cristo. Até Kama Sutra Gospel já existe, com direito a abertura do mar vermelho e sentada diante do trono. A criação da novidade, porém, não é de responsabilidade de qualquer igreja tradicional, mas pelo religioso Oswaldo Aguiar Júnior, que renomeou as posições mais famosas — e gostosas.

1. O cajado do pastor

O “papai e mamãe” também pode ser abençoado. Em “O cajado do pastor” a mulher deita na cama de bruços enquanto seu varão, por cima, investe seu cajado. Para ajudar, ela pode colocar uma travesseiro embaixo para potencializar o prazer aumentando o contato do clitóris com a o corpo dele.

2. A oferenda

A mulher fica de quatro enquanto o homem penetra na vagina por trás. O homem precisa tomar cuidado para não investir no local indevido, é pecado.

3. Abrindo o mar vermelho

Segundo o relato bíblico, um dos mais marcantes momentos durante o êxodo foi a abertura do Mar Vermelho para a fuga do povo perseguido. Mas nessa posição ninguém vai fugir. A esposa fica deitada de pernas abertas enquanto o seu varão, por cima, penetra. Ela vai precisar de certa elasticidade, mas depois vai dar graças.

Sexo anal

A bíblia condena a prática completamente. Em Gênesis fica claro a proibição, quando é narrado a ida de anjos a cidade de Sodoma e Gomorra e a repugnação do sexo anal pela quantidade de homens que praticava. O ato foi considerado promíscuo e associado à homossexualidade.

Sexo oral

A prática não é mencionada nas escrituras, portanto fica a critério do casal, sempre em comum acordo, realizar o ato ou não. Lembre-se que, se ajoelhou, tem que orar.

Masturbação

Em Gálatas 5:19 é possível entender um pouco o que Jesus Cristo espera dos seus seguidores:

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

A prática da masturbação exige do praticante que imagine, e portanto deseje, a carne alheia, portanto é vista como pecado, ainda que seja um alívio sexual pedido pelo corpo.

Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

1 Coríntios 7:8,9

_

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!